sábado, 14 de novembro de 2009

Oficinas e Encerramento - 15/11



E tem também BAHZARTE (bazar com jeitinho especial) a partir das 15 horas, e depois festa de encerramento do 512 Maneiras com o DJ1000K7...

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Mãos à Obra

As oficinas deste domingo (25 de Outubro) da Mostra 512 Maneiras:

- Colagem, Poesia e Rupturas na Realidade, com Hugo Varella;
- Papel Machê, com Pamela Ferrer;
- Modelagem em Argila, com Daliana Mirapalhetes & Clarissa Silveira;
- Videografismo, com Guilherme Carlin.

A partir das 15 horas, no Espaço Cultural 512 (João Alfredo, 512). As inscrições são gratuitas. A sugestão é chegar mais cedo e saborear a deliciosa feijoada da Cozinha 512.

Mais Fotos da Exposição 512 Maneiras









Fotos: Janaína Dalla Vecchia

Canção da Liberdade

video

Canção da Liberdade, de Jade Cunha e Hugo Varella

Curtiu? Então vote: http://www.fliporto.net/votacao2/#

domingo, 18 de outubro de 2009

Exposição 512 Maneiras



Fotos da Exposição 512 Maneiras, que está acontecendo no Espaço Cultural 512, dentro da programação da Bienal B.















Fotos: Janaína Dalla Vecchia

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Tintas de festa

Noites de Bienal B no 512

Segue abaixo a programação do 512maneiras nas noites do Espaço Cultural 512 durante a Bienal B:

Terça 13/10 – Abertura - Exposição de obras diversas - Projeção de vídeos e curta metragens - Concerta-se Tudo com Leandro.

Quarta 14/10 – Samba grego.

Sexta 16/10 – Festa Cara Pintada com DJ1000K7.

Terça 20/10 – Projeção de vídeos e curta-metragens.

Terça 27/10 – Projeção de vídeos e curta-metragens. Lançamento do curta “Estrada”.

Quarta 28/10 – Quarta Musical.

Quinta 29/10 – Tapioca Surrealista - Discotecagem, poesia e performance com Giganta & o Anão.

Terça 3/11 – Projeção de vídeos e curta-metragens.

Quarta 4/11 – Quarta Musical.

Terça 10/11 – Projeção de vídeos e curta-metragens. Performance Bienal B – Kraken, com Hugo Varella, Léo Messias e Maria Albers.

Quarta 11/11 – Quarta Musical – Zé Maria & Trio Brasil Jazz.

Quinta 12/11 – Performance Bienal B – Palavras [entre]atos – Mariana Konrad.

Quarta 18/11 – Quarta Musical.

Quarta 25/11 – Quarta Musical.

Esperamos todos lá.


quarta-feira, 19 de agosto de 2009

ig - eu bebo a minha tua água



Exposição Ig-Água, do Bando do Barro, na Galeria do DMAE, 2009
foto kin viana

Croak, 2009
Clarissa Silveira

qual é o pote?

Exposição da ACERGS - "O Pote Histórico" , na Casa de Cultura Mário Quintana
foto True

Sapote, 2009
Clarissa Silveira

domingo, 19 de julho de 2009

512

A história do 512 iniciou em 1999 com Daliana Mirapalhete, Adriana Xaplin e Antonio Augusto Bueno que, dando continuidade ao trabalho começado no curso de escultura com Gustavo Nakle, foram em busca de um espaço que abrigasse o projeto que se iniciava. No ano seguinte, junto com Wilson Cavalcante e Lizete Bertotto, o grupo inaugura o novo atelier na Rua João Alfredo 512.
Nestes 10 anos outros artistas já passaram por lá, e atualmente conta com a participação de Daliana Mirapalhete, Adriana Xaplin, Pamela Ferrer, Hugo Varela, Clarissa Silveira,True e Ruben Castillo. Hoje o Atelier 512, além de local de trabalho e criação artística objetiva incentivar e promover atividades culturais, educativas e sociais, utilizando os ateliers também como local de oficinas de arte.
Em 2006 foi inaugurado o Bar Café Restaurante 512 que além de servir deliciosas refeições vem atuando como ponto cultural com exposições artísticas, saraus literários e shows acústicos.
Na segunda edição da Bienal B, o Espaço Cultural 512 pretende ser um grande risoma onde integradamente, mas autonomamente, se desenvolverão e acontecerão simultaneamente várias formas e maneiras de trabalhar a arte. Algo assim como um tecido ou folha de papel que se divide em dobras até o infinito ou que se decompõe em múltiplos movimentos.
No espaço expositivo do Bar Café Restaurante 512, será realizada uma Exposição Retrospectiva dos artistas que fazem parte da história do 512. Com curadoria de Daliana Mirapalhete, desenhos, xilogravuras, pinturas, performances e esculturas, serão mostradas de 14 de outubro a 15 de novembro, das 11h às 15h e das 19h às 01h. Também estará acontecendo uma programação cultural com saraus, refeições temáticas, música ao vivo, mostra de vídeos...
Entre os artistas que de alguma forma contribuíram e contribuem na construção do Espaço Cultural 512 e que serão chamados a fazer parte das exposições e atividades para a Bienal B 2009 estão Antonio Augusto Bueno, João Otto Klepzig, Wilson Cavalcante, Ana Henrique, Marco Pedroso, Paulo Chimendes, Zupo, Paulo Wayne, Pena Cabreira, Mariana Konrad, Janaína Dalla Vecchia, Rodolpho Bittencourt, Felipe e Daniel Tedesco, além dos atuais participantes dos ateliers.
Os ateliers funcionarão nos domingos 18 e 25 de outubro e 08 e 15 de novembro, oferecendo oficinas de arte abertas à comunidade, que também poderá conferir o jardim das esculturas no pátio interno do local.

O que: 512 maneiras - Exposição Retrospectiva Espaço Cultural 512
Quando: de 14 de outubro a 15 de novembro, das 11h as 15h e 19h a 01h
Local: Bar Café Restaurante 512 - R. João Alfredo, 512 - Cidade Baixa

O que: Oficinas de Arte
Quando: 18 e 25 de outubro e 08 e 15 de novembro, das 15h as 18h
Local: Ateliers Espaço Cultural 512 - R. João Alfredo, 512 - Cidade Baixa

No atelier



No bar




Na rua


Na memória

Ateliê
Donaldo Schüler

Movimento-me pelo Ateliê com olhos de espanto. O que vejo afasta-me de minhas experiências cotidianas.
Recupero-me do choque. Outros são os valores.
Fragmentos de outros tempos, de experiências esquecidas perfilam-se numa estante.
Insufla-se vida em materiais recolhidos do lixo. É um mundo no ímpeto de nascer. De renascer!
Surpreendo o caos no esforço de se organizar em volumes, em estátuas, em cores, em riscos.
Indagam a razão de ser?
Dedos descem como raízes a penetrar no solo. Um corpo se levanta, como a emergir do barro, indeciso, na dor de nascer. A boca abre-se num grito – de perplexidade.
No pátio lateral, ergue-se um corpo que se agiganta para além de todas as medidas em procura de uma divindade perdida.
De uma mão que se levanta soberana, fios descem como teias de aranha. Entre os dedos um achado. A vida?
Imagens do que é alinham-se numa série de fotografias, enquanto esculturas reinventam o que foi, indagam o que será. Rostos macerados de dor, de dúvidas. O Ateliê avança em processo de organização, resultado de um trabalho de muitos dias, de muitas mãos.





Adriana Xaplin

Tem na escultura o foco principal de seu trabalho, com trabalhos em terracota, arame, bronze. Desenvolve formas que partem da figura humana e vão de encontro a fantasia/Sonho. Xaplin também se dedica ao desenho em grandes telas e a litografia, aventurando-se ainda em vídeos e instalações.

Título da Obra a ser exposta: Ladislau
Técnica ou Meio: Escultura em arame/resina
Dimensões (em cm): 1.80x0,60x0,60
Ano: 2005

Título da Oficina: Escultura em Tijolo de Barro cru
Material Necessário: tijolos de barro crus adquiridos em olaria, estecos, esponjas, água.